Sejam bem vindos ao After Brasil | A sua primeira , maior e melhor fonte sobre os livros da escritora Anna Todd no Brasil
After No Divã #14 | Zed e o papel de revelar Hessa
POSTADO POR Colunista Convidado EM 01.May ARQUIVADO EM:Colunas

Por Cínthia Demaria – Jornalista e Psicanalista

Dentre as dicas de temas para os textos que vocês me enviam, sempre tem alguém para sugerir Zed e o seu comportamento. Pois bem, chegou a hora de falar sobre ele.

Detalhar as características deste personagem passa, necessariamente, pelo relacionamento dele com Hardin e Tessa. Assim como Steph, Zed assume um papel crucial de antagonismo ao amor romântico da trama de Anna Todd. Em todo romance (real ou ficção) vão existir personagens externos à relação para fazer existir aquele casal. Só é possível conhecer uma pessoa e se relacionar com ela se ambos forem expostos à situações externas (sendo boas ou não), para conhecermos como o(a) parceiro(a) lida com aquilo. E Zed tem claramente essa função: revelar como Hardin seria capaz de lidar com os sentimentos “novos”, quando descobre pela primeira vez o amor; e também Tessa, que se vê pela primeira vez livre de padrões que seguiu a vida inteira.

Zed marca um novo para os dois personagens principais. Hardin se revela ciumento (e às vezes possessivo) na presença de Zed. Tessa se revela empoderada quando se dá ao direito de conversar com ele independente de quem a proíba. Ela deixa os valores dominantes da mãe para trás e mostra claramente para Hardin que não voltará a ser submissa a ordens que não concorda, através de Zed. Em suma, esse é o papel dele em After.

Todavia, olhando para a personalidade dele, de forma isolada, vemos um personagem imaturo, a princípio. A atitude de manter a aposta é dos dois e não tê-la revelado para Tessa é tão “grave” quanto foi para Hardin. Se queria conquistar Tessa, ele tinha o jogo na mão, mas preferiu ficar na posição que estava, talvez porque nunca a amou de verdade. Diferente de Hardin, Zed não foi obrigado a lidar com a imaturidade ao preço de perder o que mais lhe importava no mundo. Zed experimenta o desafio pelo jogo, pela disputa fálica e pela mostração aos amigos, no processo de identificação ao grupo. É isso que estava em jogo pra ele, não Tessa, necessariamente. Ele estava em busca de marcar a sua posição frente ao outro, que iria nomeá-lo como vencedor ou perdedor. E apenas isso.

Por outro lado, quando oferece apoio à Tessa, ele parece se esquecer da aposta. Quando ele começa a se aproximar dela, a sensação que fica é que ele passa a querer protegê-la da posse de Hardin. Ele não forçou conquistá-la para ganhar a aposta em nenhum momento. Ele forçou o confronto com Hardin para revelar à Tessa quem ele poderia ser quando estava com raiva. E é nesse momento que ele passa a ser alguém mais maduro. Ele sempre a protegia a troco de muito pouco. Ele sabia que o amor dela não era por ele. Ele tenta se aproximar quando os dois estão separados, porque de fato começou a despertar um interesse do flerte (não necessariamente do amor), mas ele sabia o seu lugar e os seus limites, tanto que quando Tessa se coloca para ele, ele questiona a ela sobre o que estava fazendo, se era realmente o que queria.

Ao meu ver, Zed só se revela vilão no dia do enterro do pai de Tessa, onde força uma situação contrária ao casal, com intuito de mantê-los separados em um momento tão delicado para ela. E isso basta para Tessa e Anna Todd deletá-lo do contexto. Enquanto não foi um vilão, ele foi um personagem chave na história, que fez os protagonistas crescerem. Quando se revelou mais fraco agindo de má fé, perdeu totalmente a razão.

Portanto, diferente de Hardin, Zed é um personagem que cresce, mas não termina bem. Ela distancia-se da aposta, mas aproxima-se de sua queda quando se dá conta que jamais terá Tessa. E ao contrário de Trevor (que de certa forma vai assumir esse papel na história), Zed declina e se mostra um vilão exatamente no momento mais sensível da história de Tessa, onde ele nem precisaria entrar em confronto direto com Hardin.

Enquanto depertou um Hardin que Tessa precisaria descobrir, Zed perdeu-se no seu objetivo, que até então ia bem. Algumas páginas extras pra gente descobrir o passado de Zed em Before poderiam nos ajudar a explicar bem porque ele fez essa escolha. Das suas emoções não sabemos muito, mas das nossas sempre que ele é incluído entre Hessa, não temos dúvidas de que são fortes.

Sobre a autora

Jornalista por profissão há dez anos e psicóloga há três. Pesquisadora da área de Psicanálise e Cultura Digital, atua na clínica com jovens e adolescentes. No seu aniversário de 31 anos ganhou o livro After de uns amigos psicanalistas. Em um mês já tinha lido a série completa. E agora é só o Depois.

LAYOUT POR : MELISSA S. & GABRIELA G. • SOME RIGHTS RESERVED AFTER BRASIL • HOSTED: FLAUNT.NU
COM